24
Sun, Sep
26 New Articles

Edição 623

“Maio, Mês do Coração” dá o mote para um conjunto de atividades que pretendem alertar a população para os probelmas cardiovasculares. As doenças do coração são, segundo a Organização Mundial de Saúde, das principais causas de morte em todo o mundo.
As escolhas alimentares que fazemos têm, cada vez mais, impacto na qualidade de vida e no nosso bem-estar, sendo que uma dieta correta e equilibrada ajuda a evitar o mau funcionamento do corpo humano. Na alimentação diária, deve optar por superalimentos, uma vez que possuem uma maior quantidade e variedade de nutrientes, fibra e gorduras boas.
Se quiser manter o seu coração saudável, outro cuidado que precisa de ter é o de eliminar o cigarro do seu quotidiano, assim como não deve exagerar nas bebidas alcoólicas. Um copo de vinho às refeições pode fazer bem ao coração, mas não pode, nem deve, abusar.
A prática de exercício físico de forma regular é benéfico para o coração. Há estudos que comprovam que as pessoas que praticam alguma atividade física regularmente têm menos risco de sofrer de doenças cardiovasculares. Faça, no mínimo, três vezes por semana, alguma atividade física, como corrida, marcha acelerada e em piso inclinado, bicicleta, elíptica ou aulas em grupo. Nos restantes dias, esqueça os elevadores, use sempre as escadas e ande a pé sempre que possível.
O exercício físico ajuda-o a controlar o seu peso, que pode ser outro dos fatores que leva a ter problemas cardiovasculares. Deve alimentar-se de forma regrada, preferir as frutas e vegetais e ter atenção: até os alimentos saudáveis engordam se forem ingeridos em grandes quantidades.
Gerir o stress e a ansiedade vai ajudar a controlar o peso e os problemas de coração. Quando os níveis de stress estão elevados são desenvolvidas hormonas que interferem no controlo do peso. As hormonas do stress relacionam-se, também, com o funcionamento do coração e com os níveis de concentração do colesterol sanguíneo, podendo provocar arritmias cardíacas e problemas como hipertensão arterial.
A partir dos 50 anos, é aconselhável que consulte regularmente o médico e faça exames regulares, incluindo ao coração, pois é nesta idade que, normalmente, surgem os problemas cardíacos. Vá controlando a tensão arterial, os níveis de colesterol e o índice de glicose.
Claro que a genética é um fator muito importante e que tem grande influência nos problemas de saúde que temos, ou que podemos desenvolver, mas se tiver alguns cuidados no seu dia a dia consegue manter longe de si os problemas de coração.

1ª Pagina

Videos TrofaTV em destaque

Siga-nos no facebook

» Farmácia de serviço na Trofa